Dra. Heloisa Campos

Hemangioma

Hemangiomas

Um hemangioma é uma formação benigna de vasos sanguíneos.
Os hemangiomas são classificados em: Planos, Fragiformes, Tuberosos ou Cavernosos. Os Planos e Cavernosos são decorrentes de malformação congênita. Os Fragiformes e os Tuberosos são proliferativos e cujo desenvolvimento ocorre, preferencialmente, no período pós-natal.
DIAGNÓSTICO: O diagnóstico dos Hemangiomas é clínico, definido por meio de consulta médica convencional, de acordo com os dados do histórico do paciente e as características da lesão, ao exame clínico. Os exames de imagem podem confirmar o diagnóstico, no caso dos Hemangiomas profundos. O diagnóstico dos hemangiomas superficiais pode ser definido clinicamente, porém o diagnóstico das lesões profundas, como os Hemangiomas intramusculares e os Linfangiomas, pode exigir exames de imagem. O ultrassom verifica a presença de formações venosas ou arteriovenosas. Outros exames, como a ressonância magnética, a angiorressononância e a angiotomografia não somente avaliam a extensão e a profundidade das lesões, mas também mostram os órgãos e as estruturas afetadas.

 

Hemangiomas Planos

Os Hemangiomas Planos, também conhecidos como Manchas Vinho-do-Porto (Port Wine Stain), sempre surgem ao nascimento como manchas de pele as quais podem variar da cor rosada até o vermelho escuro. Afetam igualmente meninos e meninas e não regridem espontaneamente.
Durante a infância, estes Hemangiomas persistem como manchas planas, sem relevo. A partir da segunda década de vida, dois terços dos casos passam a sofrer alterações, a saber, o escurecimento da lesão, a hipertrofia das estruturas afetadas e a formação de nódulos superficiais. Tais alterações podem promover deformidade ao longo do tempo, e os nódulos superficiais representam um risco de ferimentos e sangramento.

Leia mais...
 

Hemangiomas Cavernosos

Os Hemangiomas Cavernosos são más-formações da rede vascular sanguínea, venosa ou arteriovenosa. São visualizados como formações compostas por capilares ou veias dilatadas.

Leia mais...
 

Hemangiomas Fragiformes e Tuberosos

Os Hemangiomas Fragiformes e Tuberosos são proliferativos e se desenvolvem nas primeiras semanas de vida. Ao nascimento pode haver uma lesão precursora em 30% dos casos, como uma mancha rosada ou um pequeno ponto semelhante a uma picada de inseto. Esta porcentagem aumenta para 70% ao final do primeiro mês de vida. São mais frequentes nas meninas.
A causa desses hemangiomas ainda não foi determinada. O que se sabe é que não há indícios de hereditariedade.
Eles se apresentam de diversas formas: superficiais e profundos ou ambos, alguns são pequenos e pouco visíveis, outros são extensos e deformantes.

Leia mais...
 

Síndromes Hemangiomatosas

Os Hemangiomas e Linfangiomas fazem parte de algumas Síndromes Dismorficas, as mais frequentes são Klippel-Trenaunay, Stuge-Weber.

 

Leia mais...
 

Dye Laser

Por que Dye Laser

Para o tratamento dos hemangiomas o uso de um equipamento inadequado ou a aplicação incorreta podem não produzir melhora e, ainda, provocarem danos e deixarem sequelas definitivas.
O Dye Laser é o tratamento recomendado para o tratamento dos hemangiomas nos maiores centros especializados do mundo. É um equipamento produzido com alta tecnologia para atingir a eficiência máxima no tratamento dos hemangiomas – o que reflete em um custo maior. Apesar disso, é o mais eficiente no clareamento dos hemangiomas e o mais seguro na preservação da pele.

Leia mais

Navegação: Home Hemangioma