Dra. Heloisa Campos

Laser

LASER

Dra. Heloisa

A palavra LASER é formada pelas iniciais do termo Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation, ou seja, Amplificação da Luz por Emissão Estimulada de Radiação. É um equipamento que produz um feixe de luz com características muito especiais: monocromática (frequência definida), coerente (relações de fase bem definidas) e colimada (propaga-se como um feixe). (Wikipédia)
Cada aparelho de LASER atua conforme as especificações técnicas de fabricação.

DYE LASER

No Dye Laser ou laser de corante, o meio ativo é líquido e produz um raio laser que tem seletividade e é absorvido apenas pela cor vermelha/vinho.
O tratamento como este equipamento provoca a redução do fluxo sanguíneo dos vasos, por foto-termoemólise, que resulta na coagulação sanguínea e posterior desaparecimento dos capilares tratados. A absorção do raio laser é seletiva, ou seja, as células da pele e as outras estruturas não o absorvem e não sofrem o seu efeito. São afetados apenas as estruturas alvo que desejamos tratar, ou seja, os capilares sanguíneos do hemangioma, tendo como resultado que desapareçam, deixando intactas as células da pele.
O Dye Laser é o equipamento mais eficiente e mais seguro para tratamento dos hemangiomas e de outras lesões vasculares de pele e de mucosa.
Para garantir a segurança e a eficiência do tratamento, o equipamento de Dye Laser deve ter um dispositivo automático acoplado para resfriamento da pele durante a aplicação do laser.
As sessões devem ser marcadas a cada 4 ou 8 semanas, e o intervalo entre elas, determinado no atendimento médico especializado, conforme as características de cada lesão.
Não é possível precisar o número de sessões para o tratamento de cada paciente nem mesmo a porcentagem máxima de melhora que poderá ser alcançada, porquanto a resposta ao laser depende de fatores que favorecem ou dificultam a atuação dele.
Os fatores mais relevantes relacionados ao paciente são idade, cor da pele, localização e profundidade da lesão. Assim, o tratamento na infância resulta em uma maior porcentagem de resposta de que na idade adulta; a cor da pele interfere na resposta ao tratamento, porque a melanina da pele pode absorver e sofrer a atuação do laser. Da mesma forma, não é adequado tratar uma pele bronzeada; a localização na face responde melhor o tratamento, enquanto as localizadas nas pernas e pés obtêm menor resposta; e as lesões cutâneas superficiais respondem melhor do que as cutâneas profundas.
Os fatores de resposta ao laser relacionados ao hemangioma são a densidade, o diâmetro e o fluxo dos capilares que compõem a lesão. Estes não são mensuráveis clinicamente e a resposta ao tratamento fica na dependência da constatação clínica da melhora.
Outros tipos de laser podem ser utilizados no tratamento das lesões vasculares cutâneas, como o Laser Alexandrita e o Neodimio Yag. Porém, a escolha do aparelho e os parâmetros a serem usados para cada paciente são fundamentais para o sucesso do tratamento e são responsabilidade do médico especialista.
De maneira geral, podemos dizer que o Dye Laser é o equipamento recomendado por especialistas para tratamento dos Hemangiomas Planos.
Também tratamos com sessões de Dye Laser o componente superficial dos Hemangiomas Fragiformes, Tuberosos, Cavernosos, e ainda, as vesículas vinhosas cutâneas observadas nos Linfangiomas.

 

 

Por que os Hemangiomas devem ser tratados com Dye Laser

Para o tratamento dos hemangiomas o uso de um equipamento inadequado ou a aplicação incorreta podem não produzir melhora e, ainda, provocarem danos e deixarem sequelas definitivas.
O Dye Laser é o tratamento recomendado para o tratamento dos hemangiomas nos maiores centros especializados do mundo. É um equipamento produzido com alta tecnologia para atingir a eficiência máxima no tratamento dos hemangiomas – o que reflete em um custo maior. Apesar disso, é o mais eficiente no clareamento dos hemangiomas e o mais seguro na preservação da pele.
Outros equipamentos de Laser e Luz Intensa Pulsada apresentam resultados inferiores, porque não têm as especificações técnicas necessárias para alcançar os mesmos bons resultados. Mesmo outros tipos de laseres, como o alexandrite e o Nd:Yag, podem ser empregados no tratamento dos hemangiomas, se forem aplicados por profissionais experientes que possam adequar os parâmetros para não causar danos.
Já com os aparelhos de Luz Intensa Pulsada não é possível alcançar alguma eficiência sem aumentar os riscos que podem resultar em sequelas. Alguns pacientes procuram o Dye Laser relatando insatisfação com os resultados de tratamento prévio com diversos aparelhos de Luz Intensa Pulsada, tais como Photoderm, Formax, Versapulse, etc.
As diferenças entre Laser e Luz Intensa Pulsada demonstradas pela Física refletem os resultados clínicos.
Laser é um tipo especial de luz com propriedades únicas que a diferenciam de qualquer outra luz empregada na Medicina.
O Laser é composto por um feixe de luz monocromática - apenas uma cor, ou seja, todos os raios são absorvidos pela lesão, o que significa que os outros elementos da pele não o absorvem e, assim, são preservados. Na Luz Intensa Pulsada o feixe de luz é policromático - raios de luz com várias cores; consequentemente, poucos raios são absorvidos pela lesão, e o tratamento fica ineficiente, além de que outros elementos da pele absorvem parte dos raios, com risco de provocar danos.
Outra característica importante é que o Laser é um feixe de luz colimado, ou seja, os raios de luz se mantêm direcionados para atingir e tratar a lesão. Na Luz Intensa Pulsada, o feixe de luz não é colimado, e os raios de luz se dispersam rapidamente para todas as direções, reduzindo a eficiência.
Finalmente, o Laser é composto por um feixe de luz coerente – ou seja, é um feixe de luz formado por ondas na mesma frequência, fase e direção, de forma que os raios não colidem entre si e não se dispersam enquanto caminham até o alvo. No que diz respeito à Luz Intensa Pulsada, o feixe de luz não é coerente, e os raios colidem e se anulam antes de alcançar a lesão, diminuindo a eficácia.
A efetividade da Luz Intensa Pulsada está restrita ao uso cosmético, como a remoção de manchas provocadas pelo sol, ainda assim quando aplicada por profissionais competentes.

 

Dye Laser

Por que Dye Laser

Para o tratamento dos hemangiomas o uso de um equipamento inadequado ou a aplicação incorreta podem não produzir melhora e, ainda, provocarem danos e deixarem sequelas definitivas.
O Dye Laser é o tratamento recomendado para o tratamento dos hemangiomas nos maiores centros especializados do mundo. É um equipamento produzido com alta tecnologia para atingir a eficiência máxima no tratamento dos hemangiomas – o que reflete em um custo maior. Apesar disso, é o mais eficiente no clareamento dos hemangiomas e o mais seguro na preservação da pele.

Leia abaixo

Navegação: Home Laser